the optimistic

         (living in a glasshouse)

sábado, 12 de agosto de 2006

Superdimensionar

Só não consigo entender qual desespero é maior. Escrever e não enviar ou nem mesmo escrever. É um sentimento de pequenez, de se sentir diminuído, esmagado, preso ao chão. É como se uma impossibilidade tremenda saísse do plano das abstrações e se tornasse uma maça concreta, áspera, palpável aos meus sentidos. Agigantada pela minha sensação de diminuição toma vultos de devastação completa.

To ouvindo Alanis Mrissette. As duas e quinze de um começo de sábado. Engraçadinha a vida da gente, né? Nem mesmo em mil anos ia pensar nisso assim. Acho que a vontade de mandar o e-mail passou. Mas não escrevê-lo foi uma grande viagem. Bad trip mesmo. Daquelas bizarrentas de se imaginar andando dentro da cabeça em círculos ou quadrados ou retângulos ou qualquer outra geometria vagabunda da escola.

Tentei até achar citações com que enfeitaria minha prosa. Não, não posso incorrer em superdimensionamento. Engenharia, porra. SE for pra superdimensionar tudo vira pedreiro que não precisa de diploma. Nem sei porque digo isso. Não tenho mania de superdimensionar. Costumo ter uma noção tão exata que chega a me incomodar a precisão milimétrica com que concebo meus projetos sentimentais.

É só um medo filho da puta que chega rasgando lá fundo. Medo de tanta coisa, tanto medo junto. Uma sensação de injustiça transitando tão arredia que fico com inveja da liberdade dela que nem de perto é próxima a minha (pequenininha).

Agora ta tocando "Ironic". Duas coisas que eu sempre odiei, mas hei de admitir:

1) Eu gosto de Alanise;
2) Tudo o que eu quero é um final assim:


The Optimistic - 14:18:00 0 comments


-:-:-

quarta-feira, 2 de agosto de 2006

Mãos descarnadas

O caminho mais longo parecia ser o perfeito. Dia frio, inverno mal feito: aparece quando quer. As árvores ainda secas contraem sua madeira com a queda da temperatura. Erguem seus galhos contra o céu, mãos descarnadas que imploram, rasgam o tecido cinza como uma afronta. Que pedido fazem? Que imploram tão silenciosamente? Poderia ser dito que disputam a atenção com os prédios ao redor. Mas, não, nem isso. Seus galhos desfolhados e seu lenho seco pouco atraem qualquer olhar, por mais vagabundo que seja.

Há muito de inverno nesse dia de úmida atmosfera. Nem a noite consegue se fazer negra e forte: um nauseante acizentado de nuvens carregadas rouba-lhe o negrume que deveria se espraiar preguiçoso. Caem gotas, caem lamúrias, caem noites em uma só noite. Mais de uma, cada qual deriva seu significado dos olhares que atrai.

Assim como os pedidos das árvores, meu olhar não tem espaço tão grande para se perfazer digno de atenção. "Em-si-mesmado" que estou só tenho ouvidos para as dúvidas que reverberam, os desejos que desesperam, as frustrações que incomodam.

Toca o Primeiro Movimento da 9ª de Ludwig. Do veículo em movimento vejo o clamar das árvores. Sorrio e me compadeço. Se soubesse o que imploram, o que querem, lhe estenderia as mãos. Diz-se que é maior a solidariedade onde pouco se tem. Amigas, aqui encontram um poço abundante em ausências. Sinto-me acompanhado: não sou apenas eu a clamar por algo que não se conhece.

The Optimistic - 23:12:00 0 comments


-:-:-

Eu.

Philipe

Campos - RJ

Ficção e não-ficção.


Leio:

Green Plastic
Omelete.
Cronicalidades.
Martini Seco.
Hel Looks.
Cafeína.
Cotidianidades.
Perto do Coração Selvagem.
Vida na Islândia.
Amor e Hemáceas.
Actions e Comics.

Recentemente:
|Algumas notas sobre música.|
|Go, Spidey!|
|A quem interessa o meu umbigo?|
|Tempo.|
|Se arrependimento matasse...|
|O Diário do Clima.|
|Não pense que te quero mal, apenas não te quero ma...|
|O criador e a criatura (não necessariamente nessa ...|
|Before Midnight (2013).|
|Narciso (?).|

Passado:
|| Dezembro 2005 | Janeiro 2006 | Fevereiro 2006 | Março 2006 | Abril 2006 | Maio 2006 | Junho 2006 | Agosto 2006 | Setembro 2006 | Outubro 2006 | Novembro 2006 | Dezembro 2006 | Janeiro 2007 | Fevereiro 2007 | Março 2007 | Abril 2007 | Maio 2007 | Junho 2007 | Julho 2007 | Agosto 2007 | Setembro 2007 | Outubro 2007 | Novembro 2007 | Dezembro 2007 | Janeiro 2008 | Fevereiro 2008 | Março 2008 | Abril 2008 | Junho 2008 | Julho 2008 | Agosto 2008 | Dezembro 2008 | Janeiro 2009 | Março 2009 | Maio 2009 | Agosto 2009 | Setembro 2009 | Outubro 2009 | Julho 2010 | Agosto 2011 | Novembro 2011 | Janeiro 2013 | Fevereiro 2013 | Março 2013